Pular para o conteúdo

Chefe da carro de presente à funcionário que caminhava para o trabalho há 5 anos

A caminhada dura mais de uma hora, na ida e na volta. Fonseca sentiu que poderia fazer algo para ajudar o empregado e se envolveu.

Embora seja muito comum imaginar patrão e funcionários em duas pontas muito distintas uma da outra, a verdade é que nem sempre a relação precisa se basear nesse cabo de guerra todo. É exatamente o que mostra a história desses dois amigos.

Eduardo Fonseca é dono de uma vidraçaria na cidade argentina de Centenário. O negócio vai bem e um dos seus colaboradores, Franco Nuñez, acabou chamando sua atenção de uma forma muito sensível e o chefe resolveu ajudar de alguma forma.

PUBLICIDADE

Acontece que Nuñez caminha cerca de 17 quarteirões para chegar ao seu local de trabalho, todos os dias. A caminhada dura mais de uma hora, na ida e na volta. Fonseca sentiu que poderia fazer algo para ajudar o empregado e se envolveu.

O principal problema é que, na região onde fica a vidraçaria, a cidade não dispõe de transporte público. Então não existia nem essa opção. As informações são do jornal Rio Negro, uma publicação local.

PUBLICIDADE

Nuñez trabalha com Fonseca há mais de 5 anos e, ao longo desse tempo, já havia tentado comprar um carro. Infelizmente, no entanto, quando tentou acabou lidando com um imprevisto em casa e precisou abortar a ideia.

PUBLICIDADE

Fonseca soube da dificuldade do funcionário e resolveu fazer algo para ajudar. A relação dos dois não é apenas profissional, mas uma relação de amizade também. A revelação foi feita durante um convite para jantar, Nuñez ficou bastante emocionado.

Fonseca tem sua própria empresa, mas revela que foi empregado durante a maior parte da sua vida. Por isso, ele decidiu não ter a mesma postura que seus ex-patrões tiveram. “Se eu progredir, eles também devem progredir”, explicou.

Via: g1.globo.com