Pular para o conteúdo

Testemunha de acidente de avião com 132 pessoas revela tudo que viu: ‘peças de roupas penduradas em árvores’

Bombeiros estão à procura de corpos e possíveis sobreviventes.

A China Eastern Airlines confirmou, na manhã desta segunda-feira (21) que o acidente com um de seus aviões deixou vítimas fatais, apesar de não ter revelado ainda o número real de vítimas fatais da tragédia.

A aeronave estava indo para Kunming quando caiu na cidade de Guangxi, onde existe uma vasta cadeia montanhosa e muitas árvores. O local, que é de complicado acesso, tem dificultado a entrada dos socorristas que foram acionados para atender à ocorrência.

PUBLICIDADE

Pouco depois da tragédia, algumas testemunhas começaram a relatar o que conseguiram ver do acidente. “O avião não fumegou durante a queda. O fogo começou depois que ele caiu na montanha, seguido por muitos fumaça”, detalhou uma pessoa durante entrevista com a Beijing Youth Daily.

Outro morador chinês falou com a imprensa e afirmou à China News Service ter visto “asas e pedaços do avião, bem como peças de roupas penduradas em árvores” após a queda do Boing.

PUBLICIDADE

A testemunha, cuja identidade não foi divulgada, vive na vila de Molang, bem perto do local onde o avião caiu. Ele relatou ter ouvido forte explosão e o incêndio que começou a se alastrar na região com a queda da aeronave.

Até o fechamento desta matéria, os nomes das pessoas que estavam sendo transportadas no avião não haviam sido informados. Bombeiros estão fazendo buscas e não informaram se irão continuar procurando pelas vítimas após o anoitecer. Presidente chinês tem movido seus agentes para tentar salvar possíveis sobreviventes e recuperar corpos.

PUBLICIDADE

Via: edition.cnn.com